Voltar
0 Comentários
561 Visualizações
Fabiola Rago
Fabiola Rago
10 Dicas para o consumidor prestar atenção
Consumidor, atente-se às dicas abaixo antes de optar pela compra de portas ou janelas:


1. Aspecto geral/estético da esquadria instalada (lado interno e externo, na edificação)
Aqui o consumidor está escolhendo o material de sua esquadria e o tratamento de superfície, que deve ser questionado. Lembrando que um bom tratamento de superfície é que vai contribuir para a obtenção da vida útil citada anteriormente.

2. Qualidade do perfil (bitola, cantos, arremates, manchas) e atendimento à norma técnica ABNT NBR 10821-2
Uma vez definida a tipologia e o material da esquadria, o questionamento deve ser sobre o atendimento à ABNT NBR 10821-2 – Esquadrias Externas para Edificações – Requisitos e Classificação. Este atendimento deve ser comprovado através de relatórios de ensaio e ou qualificação do fabricante no PBQP-H. Atenção: a dimensão da esquadria influencia no resultado dos ensaios.

3. Qualidade do vidro (espessura, transparência, riscos)
Atenção: o vidro em uma esquadria nunca deve ter espessura menor do que 3mm. Conforme se aumenta a dimensão do vão do vidro, a espessura do vidro deve aumentar. Em instalações nas quais o vidro seja instalado abaixo de 1,10m em relação ao piso, conforme a ABNT NBR 7199, o vidro deve ser de segurança (temperado, aramado ou laminado). Quando existir desnível de um lado para o outro da esquadria maior do que 1,0m, isto é, no caso de guarda-corpos, fachadas, o vidro deve ser aramado ou laminado.

4. Projeto da esquadria
Deve ser apresentado o projeto da esquadria a ser fornecida. O projeto deve conter os desenhos do perfis, os detalhes de vedação e a relação dos componentes das esquadria. Relatórios de ensaio sem projeto anexo, não devem ser aceitos.

5. Acessórios e componentes (trincos, fechos, baguetes, borrachas/EPDM etc.)
Os componentes devem ser de boa qualidade, apresentarem tratamento de superfície, não estarem arranhados ou emperrados e devem estar de acordo com o especificado no projeto da esquadria.

6. Encaixes (90º), ajustes, fixadores (antiferrugem)
Os perfis das esquadrias devem estar perfeitamente soldados ou parafusados. Os cantos devem estar vedados e pontos vulneráveis à ação da água devem estar protegidos.

7. Facilidade de abrir/fechar, correr, tombar, girar (sem emperrar ou exigir força)
A esquadria móvel deve ser manuseada com facilidade. Muitas vezes achamos que a esquadria está um pouco “dura” para fechar ou abrir, mas isto também é importante, pois é sinal que existem vários pontos de vedação e estes podem dificultar um pouco este manuseio, mas o mesmo deve se dar com no máximo 5kg de força para abrir e 10kg de força para fechar. Cuidado ao manusear perfis que entortam na mão, isto pode ser sinal de fragilidade da esquadria, representando falta de qualidade da mesma.

8. Atenuação acústica, conforme norma ABNT  NBR 15575-4
A norma de desempenho das edificações ABNT NBR 15575-4 publicada em 2013, traz a condição de desempenho acústico nos dormitórios das edificações e a esquadria está diretamente relacionada com o desempenho acústico da parede. O fabricante deve ser questionado sobre seu desempenho acústico e o consumidor/construtor deve combinar o resultado da esquadria com o resultado da parede para avaliar se o desempenho do dormitório será adequado.

9. Conforto térmico no ambiente interno/economia de ar-condicionado
A norma de desempenho das edificações ABNT NBR 15575-4 publicada em 2013, também traz a condição de desempenho térmico na edificação e a esquadria novamente está diretamente relacionada com este desempenho. Esquadrias mais bem vedadas e com vidros de controle solar, podem aquecer menos o ambiente e quando este ambiente for refrigerado, vão proporcionar maior eficiência térmica, por terem baixa vazão de ar entre suas frestas.

10. Esquadrias especiais, com persiana integrada em vidro duplo, também devem ter cuidados especiais
Deve-se verificar a qualidade/resistência da persiana interna e de seus mecanismos, do “anti-umectante”, do tipo de gás que será inserido entre os vidros, do selante utilizado para fixar estruturalmente os vidros, como devem ser encaixilhados ou fixados estes vidros, entre outros detalhes que devem ser questionados ao fabricante.

Enfim, muitos são os detalhes a serem observados em uma esquadria, para isto nada melhor do que os setores técnicos do consumidor e do fornecedor se conversarem para tentar solucionar todas as possíveis dúvidas, para que o consumidor final usufrua da real qualidade da esquadria e com isto valorize o imóvel adquirido. Que ele se sinta confortável e seguro.
0 Comentários
561 Visualizações
Comentar