Voltar
0 Comentários
305 Visualizações
Fabiola Rago
Fabiola Rago
Soluções técnicas
Encerrada a consulta nacional, é hora de analisar tudo

As cinco partes propostas para a atualização (e/ou revisão) da norma de esquadrias — ABNT NBR 10.821 — ficaram em consulta nacional na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) de junho a agosto deste ano. Após a análise dos votos recebidos pela comissão de estudos especiais CEE-191 e futura publicação pela ABNT, o setor de esquadrias terá mais uma ferramenta de comprovação da qualidade para a valorização do produto no mercado brasileiro da construção. Além das partes 1, 2 e 3 já publicadas em 2011 passarem por revisão — para que não hajam dúvidas sobre como avaliar o desempenho das esquadrias —, o setor elaborou as partes 4 e 5, tratando questões como desempenho acústico, térmico, e condições de instalação e manutenção.

Vidros — É importante alertar que a ABNT NBR 7199 – Vidros na construção civil foi revisada e publicada em julho de 2016 (para mais informações, leia nas próximas páginas, coluna “Ensaios & Qualidade”, seção Em Foco). É essencial que todos os fabricantes de esquadrias, guarda-corpos e coberturas em vidro consultem sempre a ABNT NBR 7199, pelo grande enfoque na questão da utilização de vidros de segurança — item obrigatório em algumas aplicações, como por exemplo em instalações abaixo de 1,10m em relação ao piso. Durante a consulta nacional, vários setores demonstraram interesse em conhecer melhor a norma, fornecedores de componentes das esquadrias, fabricantes de esquadrias e construtores.

Falta de conhecimento — Entre os pontos de insatisfação do construtor está a falta de conhecimento da norma por quem especifica, compra e fabrica a esquadria. “Compramos um perfil de uma empresa, um montador junta os perfis e quando a esquadria dá problema, ninguém assume a responsabilidade”, este é o depoimento de construtoras localizadas em várias regiões do País. Em todos estes casos, o erro ocorreu na especificação, na aquisição e na contratação, pois em nenhum momento foi cobrado ou oferecido o atendimento à ABNT NBR 10821-2.

A esquadria é um produto final responsável por atender muitos itens da norma de desempenho das edificações, ABNT NBR 15575-4, mas isto só é possível se ela atender à sua própria norma a ABNT NBR 10821-2 e se for reconhecida como um produto que tem extrema importância no ponto de vista de qualidade, que deve ser exigida e comprovada.
0 Comentários
305 Visualizações
Comentar